dmm_1

Doutora Minha Mãe

dmm_capaResidente e com empresa na Póvoa de Santo Adrião, Amílcar Barata Fernandes é um poeta do concelho de Odivelas, apreciador de António Aleixo e por alguns considerado um seguidor deste poeta popular nas quadras assertivas e de crítica social. No dia 03 de janeiro, no Centro de Exposições de Odivelas foi lançado o seu terceiro livro, Doutora Minha Mãe, evento que contou com a presença de muitas dezenas de pessoas, entre as quais o vereador da Cultura da Câmara Municipal de Odivelas, Edgar Vales.

Na nota de imprensa sobre o evento, a editora Ideia Fixe diz: «Um autor que tem uma visão assertiva do mundo e se revela nas linhas que escreve.

As suas quadras, num estilo que Aleixo propagou, são de uma clarividência inequívoca e revelam uma vontade de trabalhar para um mundo diferente e melhor para todos.

Em Doutora Minha Mãe, para além da poesia, o autor revela-se como ser humano nas estórias que nos conta das suas vivências desde tenra idade.

Um livro que certamente vai engrandecer quem o lê».

Doutora Minha Mãe é o terceiro livro deste autor, depois de Sábio era o Meu Avó (2012) e de Saberes Simples (2013). Em três anos Amílcar Barata Fernandes publica três livros. Doutora Minha Mãe é um livro onde em quadras, sextilhas, sonetos e prosa, se contam histórias de vida e se mostra o mundo real que por vezes queremos ignorar.

A tarde começou com a projecção de um pequeno filme onde Amílcar Fernandes fala da sua mãe e explica esta homenagem que lhe presta. Depois, Henrique Ribeiro e o poeta da Póvoa estiveram À Conversa Com Aleixo onde o primeiro disse quadras do poeta Algarvio e Amílcar Fernandes disse as suas próprias quadras onde responde a Aleixo e que tem sido enviadas por correio eletrónico, ao ritmo de uma por dia para o grande número de amigos do autor.

Se Aleixo disse:
Uma mosca sem valor
Pousa com a mesma alegria
Na careca de um doutor
Como em qualquer porcaria
 
Amílcar Fernandes respondeu:
Uma mosca com valor
Acerta sempre que poisa
Na cabeça dum doutor
Que nem sempre é grande coisa.
 
Carlos Baeta

Carlos Baeta, primo do poeta, usou da palavra para falar do poeta e do seu livro, sublinhando a qualidade do livro e o facto de Amílcar Fernandes retratar de forma magistral as vivências da família deixando para os vindouros um registo único.

Paula_Nunes_2

A poetisa e atriz Paula Nunes, subiu ao palco para dizer poesia e prosa de Amílcar Fernandes, como só ela sabe, contribuindo também para que este lançamento e esta tarde ficassem registados na memória de todos os presentes.

Mário Máximo

O escritor e poeta Mário Máximo também falou de Amílcar Fernandes e de Doutora Minha Mãe. O orador, que já tinha apresentado Sábio Era o Meu Avô e Saberes Simples lembrou as características de Amílcar Fernandes comparando as suas quadras às de António Aleixo e sublinhando a humanidades das estórias que o autor conta no livro e que são sem dúvida pedaços da sua vida.

Jograis da APP

Seguiu-se o Grupo de Jograis da Associação Portuguesa de Poetas que jogralizou sobre o Auto da Desgraça, Via Tecnológica publicado no livro anterior de Amílcar Fernandes. Como todas as intervenções no evento também os jograis tiveram uma atuação de grande qualidade.

Chegou a vez do autor usar da palavra. Amílcar Fernandes, um homem feliz rodeado de amigos e dos seus irmãos, primos e outros familiares, falou da sua mãe e continuou a homenagem que o seu livro representa, à senhora que o trouxe ao mundo.

Olha que dois

O Duo Olha que Dois, Nelson Patrício e Rui Mateus, dois conhecidos jovens músicos do concelho de Odivelas, fecharam com chave de outro este espetáculo trazendo músicas conhecidas de vários cantores nacionais.

A indispensável sessão de autógrafos e um lanche oferecido pelo autor completaram este lançamento. 

Com uma tiragem, de 2.000 exemplares Doutora Minha Mãe tem sido um sucesso de vendas. Nas nossas estantes ainda existem alguns exemplares da 1ª edição. Preço 10,00€. Para encomendar clique aqui. Portes de envio gratuitos para Portugal continental.

A familia do poeta

A grande família do poeta disse presente nesta apresentação

O poeta e os irmãos

Amílcar Fernandes e cinco dos seus seis irmãos. Apenas um, por motivos profissionais não pode estar

 

 

  Os intervinientes

Todos os intervinientes na apresentação.

Aspeto da sala

Aspecto geral da sala

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *